Como melhorar a Postura Corporal com Pilates?

O método de exercícios Pilates é aconselhado para aumento da flexibilidade e da força muscular. Ele utiliza o próprio peso do corpo para criar resistência e melhorar a musculatura. Mais flexíveis e fortes, respiramos melhor, alinhamos a postura e, acima de tudo, evitamos lesões musculares.

Precisamos de uma boa postura para fugir das terríveis dores lombares e dores nas costas que nos deixam de cama e incapazes de levar uma vida normal. Infelizmente, não damos a devida atenção à maneira como sentamos ou dormimos até sentirmos aquela dor incômoda no pescoço, nos ombros ou nos quadris. Esses são sinais que não devemos ignorar.

Pilates e seus benefícios

Se o objetivo é atingir um corpo alinhado e obter postura correta, o PILATES CONTRIBUI, e muito! Criador do método, o alemão Joseph Pilates foi uma criança com problemas de desenvolvimento devido à febre reumática. Procurando melhorar seu estado físico, desenvolveu, durante a 1º Guerra Mundial, equipamentos com molas e resistências com o intuito de recuperar mais rápido os soldados feridos.

Com os exercícios, Pilates quis criar um círculo de músculos em volta do centro do corpo. Dando força a esse grupo muscular, a coluna estaria protegida, resultando numa postura sempre alinhada.

No Pilates, os alunos fazem movimentos progressivos com ênfase no que se chama – “powerhouse”: músculos abdominais e pélvis. São eles os responsáveis pela estabilização estática e dinâmica do corpo.

Existem outros tipos de benefícios que se pode adquirir ao praticar o Pilates:

  • Podemos estimular a circulação sanguínea pelo corpo;
  • Melhorar o condicionamento físico;
  • Ampliar os níveis de consciência corporal;
  • Beneficiar a coordenação motora.

O que é postura corporal?

Por definição, postura é “uma atitude ou posição do corpo, o arranjo relativo das partes corporais para uma específica atividade, ou alguma maneira de uma pessoa equilibrar o próprio corpo” (L.D Lemhkul). Algumas posturas comuns como barriga para cima ou deitar de lado têm nomes técnicos como decúbito supino e decúbito lateral.

Para sustentar o corpo, nosso peso e ossos, os exercícios de Pilates proporcionam a estabilização do dorso, aumentando a estabilidade da coluna vertebral e a sustentação. Com o alongamento, equilíbrio e alinhamento esquelético melhoram. Os exercícios de Pilates, na verdade, reeducam a coluna.

As aulas, em geral, são feitas em pequenos estúdios com no máximo três alunos, podendo, ainda, ser – personalizadas. Também são utilizados materiais de apoio como bolas. Além do mais, os exercícios trabalham respiração, concentração e equilíbrio.

O Pilates é indicado para pessoas com problemas na lombar, hérnia de disco, dor cervical, discopatia degenerativa, etc. Além disso, qualquer pessoa pode praticar o Pilates para adquirir uma vida mais saudável e uma melhora na qualidade de vida e bem-estar.

IMG_0572

Dr. Angelo Roncalli

Fisioterapeuta: CREFTO-3/ 225824-F

Terapeuta: CRTO – 2085

Pós-Graduado em Acupuntura (Auricular e sistêmica, Estética pré e pós-operatório);
Reabilitador físico, Quiroprata, Iridólogo;
Realiza Palestras in company, inclusive SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho).

1 comentário Adicione o seu

  1. Rosana Lucca disse:

    O site está lindo, totalmente inovador. Parabéns Família CREFTAE!! Que 2018 seja O Ano promissor e repleto de realizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *